Páginas

15

De que adiantou?

E quando a gente se vê num relacionamento que sabe que tem que acabar?
Mesmo amando com todo o coração... mas sabendo que nunca vai dar certo?

Sempre soube que não daria.
Era tudo errado. Tudo fora do eixo. Fora do controle.
Mas tinha amor.

Nunca tinha vivido um amor tão intenso.
Tão devastador.
Tão destruidor.

E foi aí.... quando eu descobri que ele estava me destruindo...que eu resolvi acabar.
Como se eu tivesse que abrir o meu peito, sem anestesia, e arrancar o meu coração.
E arranquei.
Definitivamente.
Pra sempre.

Acho que estou dando tanta ênfase com as palavras... e não ter a MENOR possibilidade de voltar atrás.
Não... não existe essa possibilidade.
É aquilo que escrevi há alguns dias atrás.
Passa.

Uma pena ter sido da forma que foi....
3 anos e exatos 7 meses jogados no lixo.
Não, eu não levo nada, além de ter amado incondicionalmente....
E de que adiantou?

Sempre brinco que quando sofro por amor, fico 3 dias trancada no quarto, sem tomar banho, sem comer... nada.
E agora a meta é outra.
Num post da minha amiga linda que tá me dando não só o ombro mas os ouvidos e olhos, ela disse que o prazo de sofrimento são 2 meses.
Concordo.
Pq o fim de um relacionamento é uma morte.
Tem a aceitação e compreensão do fim.
E tem o luto.

"Você não a amava. Você simplesmente não quer ficar sozinho. Ou talvez, talvez ela era boa para o seu ego. Ou talvez ela te fez sentir-se melhor sobre sua vida miserável. Mas não a amava, porque você não destrói a pessoa que você ama."
Greys Anatomy 

Então.... #58diasfiquefirmebruna

15 comentários:

  1. Dê tempo ao tempo. Todo final de relacionamento é um processo triste, doloroso. A gente aprende com cada pessoa que passa na nossa vida. Algumas não acrescentam em nada e a gente conclui que foi perda de tempo, outras nos deixam lições para não cair em ciladas novamente.
    Viva seu luto, mas não se torne uma pessoa amarga. Não é porque um relacionamento não deu certo é que os próximos serão infelizes. Nada disso...
    A vida continua, pessoas vão, pessoas vem e as verdadeiras permanecem.
    big beijos e fique bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Lulu..o tempo é sempre o melhor remédio.
      Eu realmente aprendi muito com ele... tudo o que não quero pra minha vida.
      Sigo no meu luto. Mas a vida continua mesmo.

      Beijos!

      Excluir
  2. Bruneca .. Não sabia que tinha este blog!
    Isso tudo ai em cima é com vc?
    Não sei o que dizer .. Passei por isso recentemente, vc já sabe um pouco né ..
    Mas bola para frente ..
    Estou ótima .. E não fico pensando e nem quero pensar ..
    Foi otimo, mas acabou ..
    Sabe que não sou boa com palavras ..
    Sabe que te amo né ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yve Maria... sim...é comigo....e é com a história que vc sabe.
      É...aquela mesma de sempre.
      Eu sei que vc me ama...e eu te amo mais.

      Saudade.

      Excluir
  3. Bruneks, uma coisa que aprendi no meu finado casamento é: ame-se antes de qualquer outro amor que vc possa ter na vida.
    Pense no quanto vc aprendeu, no quanto vc amadureceu, no que vc quer daqui pra frente.
    Como disse a Lulu, viva o seu luto. Mas não deixe de se amar, por mais doloroso que seja esse luto.
    Fica bem, viu?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô no processo do luto, Carol.
      E qd ele passar.... ah... me aguarde.
      Mas ainda dói.
      Mas passa. Sempre passa.

      Vou ficar bem sim.

      Um beijo!

      Excluir
  4. Como tudo na vida, ha sempre algo a aprender! Nem que seja entender o que não quer pra você...

    be happy :] beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi perfeitamente o que não quero pra mim....

      Beijocas!

      Excluir
  5. Anônimo8:29 PM

    Vc não imagina o quanto que eu fico feliz de estar lendo isso aqui. De verdade. Mesmo distante, ficava te acompanhando e vendo o quanto isso não tava te fazendo bem, e vc não tava percebendo. Sim, a gente não percebe. Sim, todo mundo um dia passa por isso. E foi exatamente assim comigo, há uns 3 anos atrás, quando eu resolvi que TUDO iria mudar. Vc sabe que foi uma história bem parecida com a tua que me levou p/ mesa de cirurgia para que eu mudasse de vida para sempre? Foi! E aqui estou eu, me achando a mais mais do mundo todo, sem saudade alguma do que vivi lá atrás, pq quando passa, amiga, acredite: É MUITA COISA BOA QUE VEEEEM !!!! HAHAHAHHAHAHH!!! E sempre vem!!!
    Vive o luto.
    Vive mesmo.
    Vive ele todo.
    Faz bem pra vc se conhecer, e perceber que JAMAIS entrará em algo parecido, pq tu merece muito mais...
    :)))
    Manu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Manu.... vc me entende.
      Ainda estou de luto.... mas uma hora volto pro mundo real.

      Um beijo!

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. ai ai... há exatos 10 anos atrás eu saí de um relacionamento ainda amando. E como doeu! mas ninguém morre disso, não é? :) a vida seguiu, e cá estou eu amada e feliz com meu namorido... A vida é feita de encontros, acho que de alguma forma aquele relacionamento me serviu, naquele momento, eu tive que vivê-lo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De uma forma ou de outra...a gente aprende.
      Dói...mas passa.

      Beijos!

      Excluir
  8. Ow! O bom é saber que dor de amor não mata, nos fortalece. Quero ve la bem, espero que o processo seja leve e sua vida, doce. Apegue- se a uma força maior que cuida de nós e nos levanta quando não sabemos de onde tirar a vontade de seguir. Um beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não mata não.
      Vontade de morrer...eu tive, confesso.
      Mas como a decisão foi minha.... tenho que seguir em frente.
      Ainda não sei de onde tirar essa vontade... mas estou no caminho!

      Beijos!

      Excluir

Quem fala o que quer...Ouve o que não quer. Principalmente no MEU espaço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...