Páginas

0
Eu sempre vim aqui e fui dona das MINHAS VERDADES...
Expus meus sentimentos, minhas fraquezas, muitas vezes o lado bom, algumas o mau.
Fui muito criticada pelas minhas AMIGAS, mas sou suficientemente madura para entender que nem sempre os outros o são.
Fui contra todas elas.... resgatei o que achava necessário... a amizade.
Antes eu tivesse escutado a Mi, que me mandou uma mensagem no celular:
" Abre teu olho, vc vai se fuder."
Ou então... tivesse escutado a Maria Cláudia, que estava com a razão o tempo todo e eu não quis enxergar.
Passei dias pensando se deveria expor aqui o que se passou.
Me veio na cabeça: se na hora de explanar pra todo mundo, eu meti aqui no blog,pq agora eu não o faria?

A amizade acabou, sim, de forma definitiva.
Não vou revelar os pqs.
Estou aqui para tirar as sombras do que ficou pra cima de mim.

MENTIRA.
MENTIRA.
MENTIRA.


Não há como manter uma amizade em cima de base tão suja.
Você foi à minha casa, me pediu chorando: "Nunca mais desconfie de uma palavra minha. Estamos zerando a nossa amizade e eu vou te contar tudo."
E eu confiei.
Confiei até o último segundo, quando a sua própria estupidez me revelou a verdade.
Eu seria capaz de entender qualquer coisa que uma amiga me dissesse:

- "Sou lésbica." ( E daí, não me cantando...)
- "Sou interesseira". ( Cada um sabe o que faz .)
- "Sou doida." ( Vou com vc pedir ajuda. )
- "Sou toda errada." ( Quem não erra? Sou a rainha dos erros.)

Só não aceito MENTIRA.
A CONFIANÇA é um laço fininho, mas é o sentimento mais FORTE que eu conheço.
Gosto da sensação de poder dizer:
- Fulana é MINHA AMIGA. Confio nela.

Nunca mais poderia dizer isso de você.
Sem falar na sensação patética de entender que vc me acha otária.
Só me achando MUITO OTÁRIA mesmo, pra dizer que as datas das fotos foram forjadas.
Só me achando MUITO OTÁRIA mesmo, pra tentar me convencer de que eu seria a próxima vítima de outra doida, tão doida quanto você.
Só me achando MUITO OTÁRIA mesmo, pra chorar na minha frente pedindo pelo amor de Deus pra acreditar em você.
Só me achando MUITO OTÁRIA mesmo, pra acreditar que vc nunca comentou aqui anonimamente me esculachando...
Só me achando MUITO OTÁRIA mesmo, pra menosprezar a minha inteligência...

Fui burra, assumo.
Mas depois que pego no tranco, pra me fazer voltar atrás é difícil.
Muito difícil pra ser mais exata.

EU NUNCA FUI VÍTIMA DE NINGUÉM.
Eu fui à CAÇA.
Não fui procurada.
Procurei.
Procurei a verdade porque você se aproximou contando outra história.
E como as coisas não batiam, cheguei onde queria: na verdade.
Uma verdade que EU VI.
De uma mentira que você me contou.

E é só isso que me importa.

"Espero ter sido muito clara.
E não fica com vergonha não, lê quantas vezes for preciso pra entrar na cabeça."

0 comentários:

Postar um comentário

Quem fala o que quer...Ouve o que não quer. Principalmente no MEU espaço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...